Sunday, July 29, 2007

A Estrela do Antigamente... # 03

Pois é, a Serra da Estrela em tempos já foi assim...

(clique na imagem para ampliar)
... sem estrada de acesso à Torre, sem teleféricos, sem estâncias, sem mini-cidades de montanha, sem casinos, sem nada que se posso definir de urbano!
A Serra da Estrela em tempos era Natureza!
Que sorte tiveram os "malucos" da fotografia, que puderam conhecer a Serra da Estrela ainda no seu melhor... infelizmente o tempo não volta para trás.
ps: que será que pensariam estas pessoas se "voltassem" à Serra e vissem no estado que está?

Labels:

4 Comments:

Anonymous Vympell said...

Diriam o óbvio para a grande parte das pessoas que gostam e usufrem da verdadeira SERRA DA ESTRELA (a serra de todos e não de alguns...)

Deitavam as mãos à cabeça e diziam: "Mas que m.... é esta???. Isto mais parece uma zona de prospecção de petróleo (só faltava mais esta)"

Simples e claro como à água (digo eu...)

9:52 AM  
Blogger TPais said...

TRansportemos esta realidade (ausencia da estrada Penhas-Torre-Lagoa) para os dias de hoje! Substitua-se os senhores a cavalo por turistas que pretendessem percorrer a serra durante 2/3 dias e os outros por guias locais profissionais....estão a ver a ideia ;) ?É este tipo de dependecia que é necessário que haja para que um turismo na natureza funcione para ambas as partes- turista/promotor! Hoje em dia obviamente ninguem necessita de cavalos, burros, ou guias para atravessar a serra, embora os locais mais interessantes fiquem por conhecer! O turista hoje em dia quase nem precisa de um sitio para se alojar por mais de uma noite. Se não criarmos autenticidade e identidade para a SE podemos esquecer a possibilidade de atrair turistas nacionais e estrangeiros, pelo menos de uma forma que permita tornar o turismo numa actividade com contributo significativo para as populaçõe locais. Se as populações locais dependerem directamente do estado de conservação da Natureza Serrana, serão elas proprias os principais actores na sua defesa e na minha opinião esta será a forma mais duradoura e eficaz de se investir no conservacionismo.

8:33 AM  
Blogger Asno said...

Olha ali o meu tetravô!
Naquele tempo subir por ali carregado...fonix...devia ser quase como levar com os matumbos dos Costa Pais hoje!
Pronto, vá, nem oito nem oitenta...

8:15 PM  
Anonymous Anonymous said...

Cadê a vegetação?
Teria sido algum incêndio?
Cadê os plantadores de pinhos?
Não vejo sacolas com côdeas e azeitonas.
São sempre os mesmos!
Não vinham de jipe ou de btt de 10.000 euros mas vinham de cavalo! Com os criados alimentados a côdeas, azeitonas e rabos ou cabeças de sardinhas.
Tal como hoje os dos jipes pagam pipas de nota nos hoteis, ou os das btt e pedilacs GT pagam no equipamento que carregam.
Que dos tesos nunca reza a história, nem estas estorias da Serra são para tal!
Apenas a costumeira dor de cotoveleira entre ricos e guerrinhas de poleiro e de dinheiro, hoje apelidadas de politicas que soa melhor!

6:07 PM  

Post a Comment

<< Home